Home / Entretenimento / TV São Miguel realiza primeiro seminário sobre o bairro

TV São Miguel realiza primeiro seminário sobre o bairro

No dia 19 de maio, às 17h, foi realizado, no CEU Vila Curuçá, o primeiro seminário “São Miguel – Berço de São Paulo, Patrimônio do Brasil”. Com mediação do artista Zé da Lua, o evento foi organizado pela TV São Miguel e contou com a presença de pesquisadores, artistas e autoridades locais.

A primeira convidada a falar foi Antônia Sarah Aziz Rocha, doutora em História e Filosofia da Educação pela PUC-SP. A professora foi dirigente de ensino da região (Leste 2 – São Miguel Paulista) e pesquisou a história do local em sua tese “O bairro à sombra da chaminé”.

O segundo palestrante foi Ruy Barbosa, arquiteto que já colaborou com proposta de anteprojeto para construção da Casa de Cultura de São Miguel Paulista. Sua fala se concentrou naqueles que são considerados os patrimônios do bairro de São Miguel Paulista, tais como a Capela de São Miguel Arcano. De acordo com Barbosa, “a capela não era uma igreja, mas um equipamento que servia como estratégia de ocupação”. Além da capela, foi citada a Fazenda Biacica, uma terra doada para que os colonos pudessem ocupar o território como forma de preservação, mas que, com a descoberta do ouro, passou a ser de interesse da Coroa.

O terceiro palestrante foi o Pajé Laguna, da comunidade indígena Kariboka. “Nossa história é um pouco confusa, porque aprendemos na escola que negro com índio é cafuzo”, foi assim que o líder espiritual abriu sua fala, ressaltando como esse processo de aprendizado foi imposto e ressoa negativamente sobre a questão da identidade indígena. Mas também destacou a importância da ratificação da Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho – OIT (Art. 1º, 2), que ressalva o critério da auto identificação dos grupos sociais, ratificada no governo de FHC, em 2002.

Entre as falas dos convidados, artistas locais fizeram intervenções. Zé da Lua destacou como a população do bairro é heterogênea e como a história de São Miguel Paulista é mais antiga do que se costuma imaginar, cantando a música que batizou o seminário (“São Miguel – Berço de São Paulo, Patrimônio do Brasil”). Já Cacá Lopes, além de cantar músicas próprias, também declamou um poema sobre a história do bairro. Por fim, Carlão Guerreiro da Leste e Dj BIBI encerraram o evento em ritmo de festa.

 

Por Jéssica Stuque

IMG_2719 IMG_2716

IMG_2718 IMG_2714 

Scroll To Top